fbpx
Beleza

Cosméticos veganos: saiba tudo sobre essa trend

Foto de Moose Photos (Reprodução Pexels)

Certamente você já ouviu alguém dizer que é vegano por aí (ou você mesmo é). Mas para quem não conhece o termo, o veganismo é um movimento que exclui o consumo e uso de qualquer produto que dependa da exploração animal, seja alimentação, vestimenta, adornos e produtos de beleza – que são substituídos por cosméticos veganos.

Com a crescente no movimento, os produtos sem origem animal (e que não fazem testes animais) estão em alta e conquistando cada vez mais adeptos. Ainda assim, muita gente fica na dúvida se realmente vale a pena substituir os produtos comuns, ficam com o pé atrás quanto à qualidade, ou nem sabem como e onde encontrar esses produtos.

E é por isso que nós trouxemos esse assunto tão importante para o nosso blog: chegou a hora de aprender e desmistificar todos questionamentos que você tem sobre esses produtinhos. Se você quer entender mais sobre essa filosofia – e descobrir como encontrar cosméticos veganos para incluir no seu dia a dia, vem com a gente!

Cosméticos veganos, orgânicos ou naturais?

Foto de dois tuboos de cosméticsos sobre uma pilha de revistas
Foto de Jess @ Harper Sunday (Reprodução/Unsplash)

Para começar, que tal descobrir qual é a diferença entre os cosméticos veganos, orgânicos e naturais? Pois é, acredite, eles NÃO são a mesma coisa. Nos últimos anos, a busca por produtos mais naturais aumentou não só no setor alimentício, mas também na área da beleza e cuidados pessoais. Mas ainda tem muita coisa que você precisa descobrir antes de sair procurando a palavrinha “natural” nos seus cosméticos. 

Primeiro: você precisa saber que não existe uma regulamentação que determine o que é um cosmético orgânico ou natural  no Brasil. Então, sim, uma marca pode falar que seu produto é super natural e vender um cosmético cheio de química. 

No geral, de acordo com órgãos particulares, para ser considerado um produto natural, o cosmético precisa ter pelo menos 95% de ingredientes naturais, seja em sua fórmula original ou modificada. Um shampoo natural, por exemplo, não precisa necessariamente ser orgânico, por mais que muita gente confunda os dois termos. 

Os produtos orgânicos, por outro lado, é feito também de ingredientes naturais, mas com a obrigatoriedade de que pelo menos 95% da matéria prima natural usada na formulação seja orgânica. Ou seja, ele não pode ter ingredientes químicos e deve ser processado naturalmente. 

Já os cosméticos veganos não precisam ser nem naturais, nem orgânicos. Desde que ele não tenha nenhum ingrediente de origem animal (e nem seja testado em animais), está tudo certo. 

Por mais que entender os termos leve um pouquinho de tempo, o que você não pode esquecer é que não há uma lei sólida aqui sobre produtos naturais e orgânicos, o que abre espaço para uma marca se intitular “natural”, quando não é.

No exterior, existem regulamentações e selos que comprovam se um produto é ou não natural, se protege os animais e o meio ambiente. Infelizmente, por aqui não temos nenhum órgão que ofereça esse tipo de serviço. Mas isso não significa que não tem um jeitinho de encontrar cosméticos veganos por aí, quer ver só?

Como saber se o cosmético é vegano?

foto de uma pessoa aplicando creme na mão
Foto de Linda Prebreza (Reprodução/Pexels)

Para descobrir se você está realmente levando um produto vegano para casa, temos algumas dicas: para começar, se você quer consumir SOMENTE cosméticos veganos, pode ser um pouco mais difícil descobrir a origem só olhando pela embalagem (dá para fazer isso, mas é muito mais trabalhoso). O que fazer nesses casos, então? Sempre que surgir a dúvida, fale com a Central de Atendimento ao Consumidor da marca e se informe sobre a composição dos produtos. 

Outra forma de se prevenir é procurar cosméticos certificados por alguns órgãos de qualidade, como a EcoCenter (certificadora francesa de produtos naturais e orgânicos internacionalmente reconhecida por sua qualidade e segurança).

Os produtos de origem animal na indústria cosmética vai muito além do mel e do leite, viu? Uma série de ingredientes estão escondidos na composição dos shampoos, cremes, sabonetes e makes – o que dificulta a gente encontrar só lendo a descrição. Por isso, o ideal é se informar por outros meios também.

Algumas marcas apostam nos símbolos para dizer ao consumidor se aquele é ou não um cosmético vegan-friendly – e eles aparecem na embalagem. A dica parece boba, mas é muito valiosa: veja os detalhes para encontrar os selos que possam estar ali, em algum cantinho. 

Mas cuidado para não acabar se confundindo, hein? Se a marca coloca “cruelty free” na embalagem, está dizendo que não testa seus produtos em animais, mas isso não impede que ela use ingredientes de origem animal em sua fórmula, né? Então bora entender o que cada símbolo desse significa. 

O que significa cada símbolo?

Pessoas usando um boné com bordado escrito "vegan"
Foto de Allie Smith (Reprodução/Unsplash)

A maioria dos selos são internacionais, mas já aparecem nas embalagens de produtos nacionais – e facilita a vida de quem é adepto ao veganismo. Eles dizem tudo: qual produto tem origem animal, qual só tem produto orgânico, etc; o segredo é saber o que cada um deles significa. Olha aí:

  • Cruelty free:  símbolo que representa que o cosmético é “sem crueldade”, ou seja, não realiza teste em animais.  
  • Natural and Organic: marca utiliza ingredientes 100% naturais e orgânicos, sem matérias primas de origem animal ou animais para teste.
  • Cruelty Free and Vegan: símbolo certifica que o produto não é testado em animais e possui fórmula 100% vegana.
  • Certified Vegan: certifica que o cosmético é vegano por meio de documentos, mas não exige testes e auditorias dos produtos.
  •  Vegan: selo dado para cada produto da marca separadamente para certificar que não tem origem animal. 
  • Leaping Bunny: símbolo considerado de maior credibilidade, para obtê-lo as marcas precisam concordar com auditorias a cada três anos. 

Se você é adepta do estilo de vida vegano – ou está pensando em começar, salva esse post para conferir sempre que bater alguma dúvida. Usar cosméticos veganos é mais do que uma moda, é uma evolução <3 

Lembrando que quanto mais o produto carrega esse conceito, melhor é para você e para o mundo: sem ingredientes animais, sem testes nos bichinhos e com embalagem reciclável e biodegradável, hein?

Para mais dicas massas como essa, acompanhe nossas redes sociais, por lá mostramos tudo que está em alta. Não dá para perder, né?!

E aí, curtiu esse conteúdo? Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro das últimas trends e concorra a prêmios.

Para não perder nenhuma dica, não deixe de seguir a Raczum no Instagram e Facebook.

Related posts
Beleza

Clean beauty: o que é e como você pode adotar essa ideia

Você costuma ler os rótulos dos cosméticos que fazem parte da sua rotina de beleza? Não?! Pois…
Read more
Beleza

Dia do Planeta: guia para tratar o cabelo de forma sustentável

Como se aproxima a data em que celebramos o Dia do Planeta, a ocasião pode ser uma oportunidade…
Read more
Beleza

4 produtos da sua rotina de beleza que estão na cozinha

Já pensou que os melhores produtinhos para sua rotina de beleza podem estar bem perto de você, no…
Read more
Quem se inscreve fica por dentro primeiro
Inscreva-se agora, e faça parte da lista vip

Ao se inscrever, você receberá conteúdos exclusivos, em primeira mão, podendo ainda concorrer a prêmios e receber vouchers e cupons que você encontra só aqui com a gente na reStyle. Vamos nessa?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

bsNh94tQSkWzQ3cDL